Robert Plant: (Not just) Oldies but (still) goodies

IMG_2036  

(se quiser pular todo o blablabla’ va’ logo para o final e veja os vídeos – recomendo – especialmente o 4o, 1o e 3o – não necessariamente, mas pode ser, nesta ordem :))

Vou dizer a verdade, fui ao show com um pouco de receio de sair pensando: “putz, bem que o FDP poderia ter tocado aquela do Led” – mesmo depois de ja’ ter escutado (e gostado) do disco novo de Mr. Plant, R.
Cheguei uns dez minutos apo’s as 20:00 e o show de abertura ja’ rolava, de cara achei o som interessante, guitarra/voz e bateria apenas, um blueszao de primeira qualidade. A banda era a
North Mississippi allstars, que eu não conhecia, mas procurando na web descobri que o guitarrista – Luther Dickinson –  e’ também o atual guitarrista do The Black Crowes (coincidência do destino: comprei o segundo cd da banda, de 92, no final de semana passado). Os malucos (sao irmaos: guitarrista e baterista) sao filhos  de Jim Dickinson – este por sua vez tocou com os Stones – o piano que se escuta na faixa Wild Horses e’ executado por ele (outra coincidência, li a respeito recentemente na bio do Keith Richards). Os caras são dois virtuosos, prepararam o terreno muito bem. Acabei comprando um disco no intervalo, de quebra com eles por la’ para autografar, merecia o registro (by flafla).

WP_000098


Fim do intervalo e camarada Plant chega mandando, logo de cara, a clássica Rock’n’Roll, em uma versão bem diferente da original, mas ainda assim muito agradável; delírio da galera.

Nitidamente sua voz ja’ não e’ a mesma, o que não parece o incomodar muito – também graças a uma banda de apoio e arranjos de primeira. O caboclo não parece ser do tipo egocêntrico/afetado, durante o show fez backing vocals enquanto outros integrantes cantavam algumas músicas (indo para a parte de trás do palco), tocou gaita, e sim, tocou alguns dos grandes sucessos de sua antiga banda, todas em versões bem diferentes das originais.
Resumo da opera: showzaço. Robert Plant demonstrou que, diferente de outros ídolos de outrora, não faz questão de viver do passado, mas isso não fez a menor diferença…

Plant: musica nova–angel dance
Plant: Ramble On
Plant: Houses of the holly
Mississippi– Rollin’ and Tumblin’
Mississippi
Anúncios
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

8 respostas para Robert Plant: (Not just) Oldies but (still) goodies

  1. cabeto disse:

    legal
    este show/cd do plant tá muito legal e ele não vive mesmo do passado
    e tem um cd ao vivo do crowes com o page
    conhece?
    abs

  2. camilo lucas disse:

    Muito legal cara… Band of Joy foi a banda de onde Page e Jones sacaram Plant e Bonzo pra formar o New Yardbirds e depois, o grande LED. Legal vc estar por aí e ter acesso a estas coisas, se bem que tem muita coisa boa vindo pra ca também atualmente… grande abraço, mantenha-nos informados! a propósito, tem uma nova jararaca sendo preparada, se quiser mandar um artigo sobre rock, qualquer coisa (pauta livre) manda pra gente publicar ok! Acaba de ser promovido a correspondente jararacal!

    • valeu o convite, camilin, vai ser um prazer.
      se sair alguma coisa aqui eu te aviso, mas nao prometo, pois devo ter uma semana corrida… tenho uns outros shows na agulha por vir, entao material nao vai faltar… abracao.

  3. Kiko Pires disse:

    Ah Tuffo… Tem curtido muito seu tempo por aí heim… Saudades.

  4. Pingback: Tommy I can hear you… | Reuniao de nada…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s